Termografia-Industrial-em-Instalações-e-Processos

A termografia Industrial ou análise termográfica aplicada a instalações e processos é muito eficaz, de fácil aplicação e evita custos adicionais de manutenção.

A técnica permite a inspeção de um volume significativo em uma planta em um curto espaço de tempo, com excelente precisão na detecção de anomalias e com alto valor agregado.

A aplicação de análise termográfica em isolamentos térmicos consiste em verificar o grau de eficiência do isolamento, considerando a temperatura em regime contínuo dentro de um recipiente e a temperatura superficial externa. Assim, tanto a degradação do isolante térmico como o desgaste do refratário isolante, podem ser percebidos através da medição e composição do mapa termográfico. Com o mapa termográfico pode-se planejar de forma precisa, os locais que necessitam de reforma ou reparo.

É aconselhável que o controle termográfico seja realizado regularmente, a partir do início da campanha do equipamento. É importante de qualquer forma, ter um mapeamento termográfico de referência, que represente uma condição operacional de bom desempenho, que sirva de base para controle e análise de tendência.

 

Termografia Industrial em Instalações e Processos

 

Termografia Industrial:  revestimentos estruturais

Seguem abaixo alguns exemplos de aplicações em equipamentos com revestimentos estruturais:

  •  Secadores;
  • Fornos rotativos;
  • Vasos com revestimentos anti-ácidos;
  • Caldeiras;
  • Tubulações e purgadores de vapor;
  • Câmaras de resfriamento;
  • Equipamentos com revestimentos cerâmicos;
  • Panelas para transporte de aço;
  • Alto-fornos;
  • Convertedores;
  • Carros torpedos;
  • Fornos de pelotização;
  • Fornos de tratamento térmico, etc

 

Inspeção-termográfica-caldeira-flamotubular

​A aplicação acima demonstra a superfície de uma caldeira flamotubular, sobre a qual foi montado um andaime para execução de manutenção em tubulação de exaustão de gases.

Devido aos impactos do andaime sobre a superfície da caldeira, houve o desprendimento do isolamento térmico interno da caldeira e as consequências foram:

  • Diminuição da eficiência térmica do equipamento ocasionando aumento no consumo de combustível;
  • Exposição da área aquecida podendo causar queimaduras em colaboradores que realizam atividades nesta região;
  • Parada do equipamento sem programação causando perdas de produção.

Através da medição de temperatura das áreas S01 = 97,14ºC; S02=52,05ºC; S03=56,56ºC e com a linha de medição de temperatura L01, verificou-se a falha no isolamento térmico na região citada.

Inspecao-termografica-camara-fria

No caso acima, trata-se de uma câmara fria de grande porte na qual se armazena suco de laranja, a inspeção termográfica foi realizada interna e externamente, para verificar a existência de possíveis falhas no isolamento térmico do equipamento e vazamento de ar frio, principalmente nos locais de passagem de tubulações, eletro calhas e bandejamentos.

Foi detectada a entrada de ar quente na tubulação como podemos verificar na figura acima, na área de medição indicada como ” AR01″, provocando

  • Aumento no consumo de energia elétrica;
  • Alto risco de deterioração do produto armazenado, por ocasião caso de uma queda no fornecimento de energia elétrica, acelerando o processo de aquecimento interno inadequado, podendo causar um prejuízo imenso;

Na ilustração acima, tem-se um tambor de forno de cal em uma indústria de papel e celulose, com não uniforme do calor na superfície do tambor, prejudicando a isolação térmica do equipamento e comprometendo a vida útil e segurança da instalação.

Durante a inspeção termográfica realizada em uma usina de açúcar e álcool, foi encontrado na área de moagem, um motor que apresentava temperatura elevada em sua carcaça. Pela análise foi diagnosticado que a tampa defletora de circulação de ar estava obstruída, prejudicando a ventilação do motor. O problema foi corrigido e embora simples, poderia ter acelerado a ocorrência de falha e queima consequente do motor ou desarme por aquecimento excessivo.

Conclusão: A aplicação da Termografia Industrial em Instalações e Processos, é muito eficaz, de fácil aplicação, geração rápida de diagnóstico, evita perdas de produção, permite manter um bom desempenho dos equipamentos, evita custos adicionais de manutenção (nestes casos os custos envolvidos normalmente são de grande valor). A técnica permite a inspeção de um volume significativo em uma planta em um curto espaço de tempo, com excelente precisão na detecção de anomalias e com alto valor agregado para o cliente.

 

 

Fale-com-um-especialista-engefaz-

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais.

Assine nossa newsletter para receber conteúdos de manutenção.
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags