Estratégias-de-manutenção-entenda-os-prós-e-contras

Quais estratégias de manutenção são as mais eficazes para a indústria? Essa é uma questão importante para para empresas de qualquer tamanho.

As estratégias de manutenção na indústria são importantes, porque, escolher o caminho errado pode ser catastrófico para a empresa.

Neste artigo, fornecemos um resumo das diferentes opções de estratégias e descrevemos algumas das principais vantagens e desvantagens de cada uma para auxiliar a entender melhor o que está disponível para as empresas hoje.

Estratégias de manutenção industrial

Manutenção reativa ou manutenção de avarias

A estratégia de manutenção mais simples é a da “manutenção de avarias”. É aqui que os ativos são deliberadamente executados até falharem. Quando ocorre uma falha, é realizada manutenção reativa para consertar o ativo e retorná-lo à plena operação. Essa abordagem é comum quando a falha do equipamento não afeta significativamente as operações ou a produtividade.

Vantagens da manutenção reativa:

  • É necessário um planejamento mínimo
  • O processo é muito simples, por isso é fácil de entender
  • Menos funcionários são necessários, pois menos trabalho é feito no dia a dia

Desvantagens da manutenção reativa:

  • O fracasso é altamente imprevisível
  • Pode ser extremamente caro
  • O processo representa um risco de segurança para funcionários e outros ativos.

Manutenção preventiva

O objetivo da manutenção preventiva é evitar a avaria dos ativos, realizando a manutenção regularmente – em vez de realizar a manutenção após a ocorrência da falha. A manutenção preventiva apresenta predominantemente dois tipos diferentes de manutenção: manutenção periódica e manutenção preditiva.

Vantagens:

  • Mantém os ativos em funcionamento por mais tempo do que outros tipos de manutenção
  • Os custos de reparação a longo prazo são geralmente significativamente mais baixos
  • A segurança é melhorada devido à redução da probabilidade de falha catastrófica

Desvantagens:

  • Mais complexo que outros tipos de manutenção
  • Requer mais investimento desde o início.

Manutenção periódica (baseada no tempo)

Numa estratégia de manutenção baseada no tempo, os ativos são periodicamente inspecionados, reparados e limpos, com peças substituídas num esforço para evitar falhas repentinas. Embora isto permita que os responsáveis ​​pela manutenção e assistência reduzam a probabilidade de falhas através de verificações programadas e seja muito mais eficaz do que executar a manutenção de avarias, não pode garantir que a avaria não ocorrerá.

Vantagens:

  • Geralmente composto por tarefas que não exigem treinamento extensivo, como lubrificar e reapertar parafusos;
  • Custos mais baixos a longo prazo em comparação com a manutenção de avarias.

Desvantagens:

  • Tempo de planejamento é necessário;
  • As peças são frequentemente substituídas antes do fim da vida útil, o que custa mais do que esperar até que falhem;
  • Se uma peça apresentar um problema sério antes da próxima inspeção, os ativos poderão falhar de qualquer maneira.

Manutenção preditiva

Numa estratégia de manutenção preditiva, os engenheiros preveem quando poderá ocorrer uma falha no equipamento e, em seguida, realizam a manutenção para manter as máquinas em funcionamento. Isso garante que um equipamento que necessite de manutenção só seja desligado logo antes de uma falha iminente, permitindo que os ativos permaneçam produtivos pelo maior tempo possível. A manutenção preditiva utiliza um processo conhecido como monitoramento de condições para verificar regularmente o status dos ativos.

Vantagens:

  • O custo e o tempo de inatividade da máquina são reduzidos ao mínimo;
  • A probabilidade de falha é reduzida e a confiabilidade melhorada.

Desvantagens:

  • Custo inicial mais alto do que estratégias de manutenção mais básicas.

Monitoramento de condição

O monitoramento da condição é o processo de determinar a condição de um ativo enquanto ele está em operação, por meio de técnicas como o  monitoramento de vibração. No ambiente de engenharia atual, o monitoramento da condição dos ativos é essencial para minimizar as falhas e o tempo de inatividade de máquinas críticas, pois permite que ações corretivas sejam tomadas e a produtividade seja protegida.

Vantagens:

  • Problemas com componentes podem ser identificados antes da falha
  • Reparos podem ser realizados em ativos para mantê-los funcionando com interrupção mínima da produtividade
  • Os custos a longo prazo são muito baixos em comparação com o custo da falha

Desvantagens:

  • É necessário investimento de curto prazo.

Como podemos ver, há muitas opções de escolha quando se trata de diferentes estratégias de manutenção. Não importa quais sejam as necessidades, existe uma estratégia adequada para cada empresa. Basta considerar os prós e os contras de cada estratégia de manutenção e selecionar aquela que é mais adequada aos ativos.

Se a sua empresa optar pela opção de monitoramento de condições e precisar conte com a experiência da da Engefaz no monitoramento de vibrações, entre em contato hoje mesmo.

 

Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais.

Assine nossa newsletter para receber conteúdos de manutenção.
Notícias Relacionadas
Categorias
Tags